DEPUTADO ASSEGURA QUASE R$ 1 MILHÃO PARA O NOVO PREFEITO PAVIMENTAR NOVA PORTEIRINHA

Foto Ascom

 

Prefeito que foi diplomado pela Justiça em dezembro de 2016 e tomou posse em janeiro de 2017 e o deputado Eros Biondini.

NOVA PORTEIRINHA – Aproximadamente R$ 1 milhão para a pavimentação de vias públicas e implantação de infraestrutura em ruas em Nova Porteirinha. Esse recurso está sendo providenciada para suprir as necessidades apresentadas pelo prefeito que tomou posse em janeiro de 2017 objetivando a recuperação e conservação das ruas e também ampliando esse benefício da pavimentação em vias até então desprovidas da estruturação para facilitar o trânsito.

O anúncio do recurso foi feito pelo deputado federal Eros Biondini no sábado, dia 18 de fevereiro, durante o programa “O Povo Quer Saber” (das 10h às 11h), pela rádio Cidade 94,5 FM, no qual o prefeito participava. “Fico muito grato com essa atitude do deputado Eros Biondini em atender as necessidades do povo de Nova Porteirinha”, agradeceu o gestor público que no dia 10 deste mês recebeu, em Belo Horizonte, um ônibus escolar novo que foi adquirido e doado através do empenho do deputado Eros Biondini que, em novembro passado teria dito na mesma emissora de rádio que destinaria o veículo para o transporte de alunos do município de Nova Porteirinha.

Nesse sábado, dia 18 de fevereiro, Eros Biondini declarou a liberação de R$ 400 mil para que a administração do novo prefeito realize o serviço de pavimentação de ruas de Nova Porteirinha. O deputado Biondini garantiu que irá alocar recursos, via emenda parlamentar, de mais R$ 500 mil para a continuidade de pavimentação e estruturação de vias públicas do município de Nova Porteirinha. Na entrevista, via telefone, o deputado disse ainda que fará gestão para a obtenção de mais benefícios para este município, principalmente nas área de saúde e assistência social. (OJr/Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Nova Porteirinha)

SECRETARIA DE SAÚDE ORIENTA JOVENS DA PARAGUAÇU SOBRE PREVENÇÃO E DST

Fotos SMS

Tcnicos da Secretaria Municipal de Sade orientam adolescentes sobre preveno e doenas sexualmente transmissveis

Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde orientam adolescentes sobre prevenção e doenças sexualmente transmissíveis.

NOVA PORTEIRINHA – A Secretaria Municipal de Saúde desenvolve nas comunidades rurais de Nova Porteirinha atividades juntos aos adolescentes no que diz respeito à prevenção. A equipe técnica da Secretaria de Saúde seguiu para a Colonização I, conhecida como Colonização Paraguaçu, onde esteve reunida com os jovens.

 

Secretária de Saúde e a equipe de técnicos da saúde.

Os adolescentes da Paraguaçu e comunidades vizinhas foram orientados com relação aos modos que se devem ter para uma vida saudável, sobretudo a forma de digestão de alimentos. “Uma boa alimentação proporciona o fortalecimento do organismo evitando algum tipo de complicação”, explicou a Secretária de Saúde, que acompanhou a equipe técnica no intercâmbio com os jovens.

Jovens da Colonizao Paraguau so orientados com relao  alimentao saudvel e preveno de doenas sexualmente transmissveis

Jovens da Colonização Paraguaçu são orientados com relação à alimentação saudável e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

A equipe técnica de saúde alertou os adolescentes sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) explicando lhes a importância de se prevenirem quando estiveram na fase apta para a relação. Também foram esclarecidas dúvidas apontadas pelos garotos e garotas. (OJr/Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Nova Porteirinha)

ATUAL PREFEITO E ATUAL VICE-PREFEITO PRESTIGIAM A POSSE DO NOVO COMANDANTE DO BATALHÃO DA PM DE JANAÚBA

Foto Oliveira Júnior

 

Prefeito de Nova Porteirinha que tomou posse em janeiro de 2017 e o Tenente Coronel João Aparecido Nascimento, comandante do 51º Batalhão da PM de Janaúba.

NOVA PORTEIRINHA – O prefeito eleito em outubro de 2016 e que tomou posse em janeiro de 2017 e o atual vice-prefeito participaram nessa segunda-feira, dia 20 de fevereiro, da solenidade de posse do novo comando do 51º Batalhão da Polícia Militar de Janaúba. O ato solene foi coordenado pelo Coronel Klevson Pires Martins, comandante da 11ª Região da Polícia Militar (11ª RPM).

O Tenente Coronel João Aparecido Nascimento assumiu o comando do 51º Batalhão em substituição ao Tenente Coronel Marcelo Alves Coelho, que esteve na unidade policial pelo período de um ano e agora fará parte do Centro de Apoio Administrativo da 11ª RPM. Já o Tenente Coronel Nascimento atuava no referido Batalhão do qual até foi comandante interino.

Foto Oliveira Júnior

 

Vice-Prefeito eleito em outubro de 2016 e que tomou posse em janeiro de 2017 e o Tenente Coronel João Aparecido Nascimento, novo comandante do Batalhão da PM de Janaúba.

O atual prefeito enalteceu o empenho do Tenente Coronel Nascimento nas ações de repreensão à criminalidade e acredita que o mesmo irá desenvolver medidas que concedam a tranqüilidade para a população.  A Prefeitura de Nova Porteirinha mantém parceria com o 51º Batalhão com a cessão de imóvel para sediar a unidade policial nesta cidade e também de um veículo que auxilia os militares pela garantia da segurança pública.

Além de colocar a municipalidade à disposição do 51º Batalhão, ressaltando que a Prefeitura de Nova Porteirinha mantém parceria com a cessão de um veículo para a unidade da PM deste município.

Foto Oliveira Júnior

 

Solenidade de posse do Tenente Coronel Nascimento, novo comandante do 51º Batalhão da Polícia Militar de Janaúba.

O prefeito que tomou posse em 1º de janeiro de 2017 solicita ao comando do 51º Batalhão que o policiamento ostensivo e comunitário seja intensificado, assim como ampliar as medidas de prevenção através do Programa de Erradicação das Drogas (Proerd) em Nova Porteirinha, atendendo o maior número possível de crianças e adolescentes. (OJr/Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Nova Porteirinha)

NOVO PREFEITO PEDIU, A CODEVASF ATENDEU: PREFEITURA DE NOVA PORTEIRINHA GANHA ÁREA DE 49 MIL METROS QUADRADOS PARA CONSTRUIR O CENTRO ESPORTIVO NA PARAGUAÇU

Em menos de duas semanas, parceria entre o prefeito que tomou posse em 1º de janeiro de 2017 e a diretoria da Codevasf resulta em benefícios para as comunidades de Nova Porteirinha

Foto Oliveira Júnior

Imvel na comunidade de Paraguau que a Codevasf est doando para a Prefeitura de Nova Porteirinha implantar o centro esportivo e de lazer

Imóvel na comunidade de Paraguaçu que a Codevasf está doando para a Prefeitura de Nova Porteirinha implantar o centro esportivo e de lazer.

NOVA PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – Pelo menos o jeito “pidão” do prefeito eleito em outubro de 2016, diplomado em dezembro de 2016 e empossado em janeiro de 2017 está dando certo para o município de Nova Porteirinha. A mais nova conquista que esse administrador público obteve em menos de dois meses de gestão é uma área de quase 5 hectares onde deverão ser executadas ações sociais e esportivas na comunidade de Paraguaçu. O pedido foi feito, publicamente, no dia 31 de janeiro, e a doação ocorreu oficialmente ontem, quarta-feira, dia 15 de fevereiro.

Codevasf resoluo doando rea Nova Porteirinha 16 02 2017

Cópia da resolução em que a presidente da Codevasf  autoriza a doação de imóvel de 49 mil metros quadrados para a Prefeitura de Nova Porteirinha construiu centro esportivo e de lazer na colonização Paraguaçu.

Naquele dia (31 de janeiro), quando da visita da presidente da Codevasf, Kênia Regia Anasenko Marcelino, ao município de Nova Porteirinha, o novo prefeito solicitou a atenção da companhia com relação à disponibilidade de terreno neste município para a prefeitura desenvolver ações educacionais, esportivas, sociais, econômicas, produtivas e administrativas, já que quase a totalidade dos imóveis pertence à Codevasf. A prefeitura e parte dos órgãos públicos municipais, inclusive escolas, funcionam em ambientes alugados e custeados pela prefeitura. Até o local onde foi instalado o cemitério do município é de propriedade da companhia (confira AQUI).

Sensibilizada com a solicitação do prefeito que tomou posse em 1º de janeiro de 2017 e entendendo que a comunidade de Nova Porteirinha necessita de usufruir dos benefícios, a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, determinou a doação de uma área de 49.446,00 (49 mil metros quadrados ou 4,9 hectares) metros quadrados localizada na colonização Paraguaçu, no projeto de irrigação do Gorutuba, com a finalidade em implantação de um complexo esportivo, incluindo um campo de futebol society, piscina, pista de atletismo e uma pista de MotoCross.

Foto Paulo & Galego

 

Presidente nacional da Codevasf, Kênia Marcelino, e o prefeito de Nova Porteirinha, no cargo desde 1º de janeiro de 2017.

O prefeito que governa este município desde janeiro de 2017 destaca que essa atitude da presidente da Codevasf demonstra o comprometimento e a seriedade que Kênia Marcelino vem desempenhando no órgão do governo federal, adotando políticas públicas voltadas para as ações comunitárias. “Com isso, iremos oferecer aos moradores da Paraguaçu e comunidades vizinhas acesso às ações de convívio social, ao lazer, incentivo à prática esportiva e valorizando as nossas comunidades”, justificou o atual prefeito que ao assumir a prefeitura, em janeiro passado, deparou com uma situação intrigante. O município teria que devolver recurso para construir esse centro esportivo devido à falta de local próprio.

PREFEITOS E SECRETÁRIOS DEFINEM AÇÕES PARA MINIMIZAR O DRAMA NA SAÚDE E NO SISTEMA HOSPITALAR NA REGIÃO DA SERRA GERAL

Prefeito que tomou posse em 1º de janeiro de 2017 mostra prestígio ao reunir, em Nova Porteirinha, 5 deputados, 13 prefeitos, o Superintendente da Saúde, secretários de Saúde e várias lideranças

Foto Oliveira Júnior

Prefeitos secretrios de sade e deputados participam

Prefeitos, secretários de saúde e deputados participam, em Nova Porteirinha, do Fórum Territorial de Saúde na região da Serra Geral de Minas.

NOVA PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – Nenhuma cirurgia para a recuperação da visão foi realizada quando eram previstos, pelo menos, 400 procedimentos cirúrgicos mensais. Hospitais endividados, veículos para transporte de pacientes em situações precárias. Essa é a síntese do sistema de saúde pública na região da Serra Geral de Minas e que foi amplamente debatido durante o 1º Fórum Territorial de Saúde dessa região, sábado, dia 11 de fevereiro, nesta cidade.

O Fórum Territorial foi coordenado pelo presidente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento dos Municípios da Serra Geral (UniãoGeral), Juracy Fagundes Jácome, para quem essa reunião foi oportuna e importante, por se tratar de um assunto delicado e recorrente. Diante dos prefeitos e secretários de saúde dos municípios que compõem a Serra Geral, e ainda de cinco deputados, quatro estaduais e um federal, o atual prefeito cobrou com veemência a aplicação de políticas governamentais no sentido de minimizar o drama do sistema de saúde na região.

Foto Oliveira Júnior

Lideranas da Serra Geral vo mobilizar os governos

Lideranças da Serra Geral vão mobilizar os governos pela liberação de recursos para a realização de cirurgias, já que há quase dois anos não houve repasse para a região.

Com a participação de 13 dos 16 prefeitos que fazem parte do consórcio UniãoGeral, o Fórum Territorial foi prestigiado pelos deputados estaduais Tadeu Martins Leite, o Tadeuzinho; Carlos Pimenta, Gil Pereira e Paulo Guedes, todos da bancada do Norte de Minas, e ainda do deputado federal Rodrigo de Castro , e também pelo superintendente regional de Saúde, Maquieden Durães Viriato.

DEMANDA APONTADA

Durante a plenária do consórcio UniãoGeral e após explanação dos secretários de saúde dos municípios, os prefeitos aprovaram a criação do consórcio público de saúde (o que existe é privado e isso tem sido empecilho no repasse de recursos) e a necessidade da imediata renovação da frota de veículos do Sistema estadual de Transporte em Saúde (Sets). Outra decisão aprovada é que haja uma atuação mais próxima do Consórcio Intermunicipal de saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun), que controla o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com o setor de saúde na Serra Geral.

Foto Oliveira Júnior

Secretrios de Sade da regio da Serra Geral

Secretários de Saúde da região da Serra Geral analisam as dificuldades e definem as ações para no sistema hospitalar e saúde.

É do entendimento dos gestores públicos dessa região que a assistência farmacêutica seja descentralizada do governo estadual; haja a maior brevidade possível quanto ao repasse de recursos para a área de saúde e sistema hospitalar, evitando assim que o setor na região não entre no colapso. Outra medida acatada é sensibilizar o governo para o investimento na assistência oftalmológica.

CIRURGIAS NÃO REALIZADAS

O médico oftalmologista Helber Danilo Teles Caldeira oportunizou aos prefeitos, secretários de saúde e deputados uma situação preocupante quanto à demonstração de falta de interesse governamental nas atividades de prevenção e tratamento de pacientes com deficiência na visão.

Ele exemplificou o caso de que na região da Serra Geral de Minas haveria a necessidade da realização de, pelo menos, 400 cirurgias de cataratas mensais, porém nenhuma foi autorizada diante da falta de repasse de recurso governamental. “Há quase dois anos não chega sequer um centavo de recurso estadual ou federal para esta região”, informou o oftalmologista ao acrescentar que existe uma lista de espera de mais de 2 mil pessoas que necessitam de procedimentos cirúrgicos, o que implica em dizer que há uma demanda de cirurgia em mais de 4 mil olhos. Ele citou que há uma demanda reprimida nas consultas e nos procedimentos cirúrgico de glaucoma na Serra Geral.

Helber Caldeira esclareceu que pouco tempo atrás esta região com 300 mil habitantes recebia em torno de R$ 180 mil para operar aproximadamente 150 cirurgias. Ao passo quer um município de 15 mil habitantes, na região de Serro, recebeu R$ 1,2 milhão. Esse município não tinha serviço estabelecido, sendo então acobertado por serviço de Belo Horizonte.

Foto Oliveira Júnior

Frum Territorial de Sade

Fórum Territorial de Saúde da região da Serra Geral de Minas realizado em Nova Porteirinha no dia 11 de fevereiro.

DESPESAS DE R$ 500 MIL E RECEBEM R$ 180 MIL

Silvanei Batista, prefeito de Porteirinha, exemplificou a situação hospitalar em seu município, onde o hospital recebe em torno de R$ 180 mil do Sistema Único de Saúde (SUS) diante de uma despesa mensal de quase R$ 500 mil. Com isso, a prefeitura tem que se mobilizar para amenizar a gravidade financeira do setor.

Ele defendeu a descentralização do serviço de algumas especialidades que, atualmente, têm sido ofertados exclusivamente em Montes Claros colocando, às vezes, esse município em situação desconfortável devido ao estrangulamento no atendimento. "Nós temos que estruturar os nossos municípios", propôs Silvanei ao adiantar que o município de Porteirinha se prontificou, através do seu reformado hospital, para algumas especialidades.

Segundo ele, isso depende do aval do governo do estado pela execução do Centro de Especialidades Médicas (CEM) na região da Serra Geral de Minas com pelo menos 10 especialistas. O Centro de Especialidades poderá ter as atividades distribuídas entre as unidades de Porteirinha e de Janaúba para atender os demais municípios da região. As especialidades poderão ainda serem disponibilizadas tanto em Espinosa quanto em Monte Azul.

SAÚDE E EXERCÍCIO FÍSICO

Prefeito de Mato Verde, Oscar Lisandro, relatou das dificuldades que enfrenta no contexto da administração citando o caso de que assumiu a prefeitura e deparou com situação irregular em hospital de Mato Verde, o qual não tinha alvará da vigilância sanitária. Mencionou que adotou nas unidades de saúde a jornada de trabalho de 8 horas, conforme determinações do Programa Saúde da Família.

"Ao longo da história de Mato Verde, os médicos entravam (na unidade de saúde), às 8h da manhã e saíam às 11h e limitavam o número de atendimentos dentro das unidades básicas", disse o prefeito que comemora com a medida a resolutividade de problema antigo da cidade: a falta de atendimento. Houve também o treinamento dos recepcionistas das unidades.

O prefeito de Mato Verde pretende implantar uma academia ao ar livre nas proximidades dos postos de saúde ou nas praças, já que foi sugerido à equipe médica que ao aviar a receita recomende que o paciente pratique atividade física como forma de prevenção.

SAMU TERÁ MAIS AMBULÂNCIA COM UTI

Os deputados se prontificaram a fazerem gestão junto ao Ministério da Saúde e à Secretaria Estadual de Saúde para adotar ações que venham minimizar os problemas na região da Serra Geral de Minas. O governo do Estado inicia nesta semana, mais precisamente na quarta-feira, dia 16, a entrega de ambulâncias, inclusive para o Norte de Minas, e planeja para ainda este semestre ou mais tardar em agosto a substituição da frota de veículos do transporte de paciente.

Durante o 1º Fórum Territorial de Saúde foi anunciada a liberação de três Unidades de Suporte Avançado (USA), que são ambulâncias com unidades de tratamento intensivo (UTI), para o Samu do Norte de Minas. Essas ambulâncias UTI deverão ir para as bases de Monte Azul, Manga e Salinas, ampliando assim o atendimento móvel para os casos mais graves e que atualmente é disponibilizado nas bases de Janaúba, Montes Claros e Pirapora.

Pagina 16 de 23

Topo