PREFEITURA RETIRA DE GALPÃO MAIS DE 24 MIL QUILOS DE PNEUS RECOLHIDOS HÁ ANOS

pneuA Prefeitura de Nova Porteirinha, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, encaminhou na segunda-feira, dia 16 de janeiro deste ano, mais de 24 toneladas de pneus que estavam armazenados há anos num depósito, nesta cidade. Ao tomar conhecimento dessa situação, o novo prefeito determinou a imediata destinação desse material.

Os 24 mil quilos de pneus, de vários tamanhos, seguiram para a indústria de reciclagem em Campinas, estado de São Paulo, em conformidade com o Programa Nacional de Coleta e Destinação de Pneus Inservíveis.

De acordo com o Secretário Municipal de Agricultura e que responde pela área de Meio Ambiente, a destinação correta dos pneus fora de uso é uma atitude de preservação ambiental e de prevenção endêmicas. O secretário ressalta que o pneu sem o devido armazenamento pode servir de local apropriado para foco de doenças, caso de mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya.

A intenção da nova administração da Prefeitura de Nova Porteirinha é de que o intervalo do tempo entre o recolhimento, armazenamento e destinação dos pneus para a indústria de reciclagem seja o menor possível, prevalecendo assim a organização do galpão de armazenamento.

O QUE FAZER COM O PNEU FORA DE USO

Quando um pneu chega ao fim de sua vida útil, ou seja, não pode mais continuar rodando num veículo, ele deve ser disposto em locais apropriados, como estabelecimentos comerciais com revenda de pneus, borracharias ou no ponto de coleta de pneus da prefeitura, onde receberão destinação ecologicamente correta.

QUAL SERÁ O FIM DESSE PNEU

Ao ser encaminhado para a indústria de reciclagem, o pneu fora de uso terá a destinação ecologicamente correta, podendo ser reaproveitado como combustível alternativo para as indústrias de cimento, fabricação de solado de sapatos, borrachas de vedação, dutos fluviais, pisos para quadras poliesportivas, pisos industriais, tapetes para automóveis e fabricação de manta asfáltica, processo que tem sido amplamente acompanhado e aprovado pela indústria de pneumáticos. (OJr./Ascom)

Topo