“SERVIDORES UNIDOS, COMPETENTES E DEDICADOS FAVORECEM A BOA GESTÃO”, CITOU O PREFEITO JURACY

NOVA PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – O trabalho sincronizado de uma equipe possibilita a obtenção de resultados positivos numa administração. E isso não tem sido diferente no município de Nova Porteirinha, na região da Serra Geral de Minas, nesses onze primeiros meses de 2017. A comprovação dessa lógica é público e notório na Prefeitura de Nova Porteirinha, onde o prefeito Juracy Fagundes Jácome tem adotado uma gestão mais participativa e voltada para a boa prestação do serviço público.

O prefeito ressalta que o funcionário público, independente da sua função, é de fundamental importância no desempenho da atividade lhe atribuída. “Todos são importantes, não há ninguém mais importante que o outro”, explicou Juracy Fagundes ao destacar o companheirismo na sua equipe.

“Estou feliz com a minha equipe, com a nossa administração, pois estamos no caminho certo”, frisou o prefeito ao acrescentar que isso são méritos de todos os funcionários e colaboradores da atual administração. Essa boa sintonia entre o gestor e os funcionários é o reflexo do método de valorização inserido por Juracy ao priorizar o pagamento salarial dos servidores nos primeiros dias do mês subseqüente ao trabalho, antes do 5º dia útil. Desde janeiro deste ano os funcionários da Prefeitura de Nova Porteirinha recebem o pagamento na primeira semana de cada mês. Anteriormente, o pagamento era efetuado depois do dia 12 ou na segunda quinzena no mês seguinte.

Na concepção do prefeito, o funcionário é o principal sustentáculo de uma gestão e, sendo assim, é preciso que haja essa valorização, sobretudo na quitação salarial de maneira que cada um possa ter êxito no planejamento pessoal e familiar. Juracy Fagundes agradeceu a união e a dedicação dos competentes servidores e colaboradores da prefeitura. “Não temos recursos. Mas, o nosso êxito tem sido o trabalho em equipe”, justificou o prefeito referindo ao bom momento administrativo pelo qual Nova Porteirinha passa este ano, na contramão do momento tão difícil na política administrativa do país.